Skip to content

Seguro Residencial: Uma forma de prevenção com baixo custo

Seguro Residencial

Muitas pessoas não fazem seguro residencial por desconhecimento ou falta de cultura na contratação dessa proteção, mas aos poucos o seguro residencial vem se tornando mais popular no Brasil. Para se ter uma ideia, cerca de 15% das residências brasileiras já contam com esse seguro, um número muito baixo se compararmos com o seguro de automóveis, por exemplo, ou se olharmos para os países desenvolvidos, em que a maioria das propriedades têm seguro. Este tipo de seguro é destinado a residências individuais, casas e/ou apartamentos, que servem como moradia habitual ou veraneio.

O seguro residencial oferece um conjunto de seguros agrupados em uma única apólice. Todo seguro residencial tem uma cobertura básica, que cobre os prejuízos provocados por incêndio, queda de raio e explosão. A partir dessa garantia básica, existem outras adicionais que podem ser contratadas para proteger o imóvel de outros riscos, como roubo, desmoronamento, impacto de veículos, queda de aeronaves, vendaval, furacão, chuva de granizo, danos elétricos, entre outras.

Os seguros residenciais têm ainda mais uma vantagem: a grande maioria conta com assistência residencial 24 horas.  Os serviços oferecidos na assistência residencial são muito variados e podem ser acionados em situações de emergência. Os principais são: chaveiro, encanador, faxineira, babá, manutenção de eletrodomésticos, serviços para animais de estimação.

Quanto custa um seguro residencial?

Muito mais barato do que um seguro de automóvel, por exemplo. Enquanto o seguro de um carro de 30 mil reais custa cerca de mil e 500 reais, o de uma casa de 500 mil reais custa, em média, 600 reais.

O valor do seguro depende também da região onde a pessoa mora. No sul de Minas Gerais, por exemplo, existe mais risco de vendaval. Já no Rio de Janeiro, mais incidência de roubo a residência. Portanto é muito importante cotar o seguro em mais de uma seguradora, os valores costumam variar bastante.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

No comment yet, add your voice below!


Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *