Skip to content

Procura por Seguro Residencial cresce 40% na pandemia

Devido a pandemia do coronavírus, a busca e contratação do seguro residencial cresceu mais de 40% boa parte desse movimento se deve ao home office, que foi uma consequência direta da pandemia.

O crescimento ocorreu em relação ao terceiro trimestre do ano passado, entre julho e setembro desde ano, as contratações de seguro residencial foram 40% maiores que no ano de 2019.

Como muitas pessoas estão trabalhando em casa durante a pandemia, a necessidade por esse tipo de proteção ficou mais acdente, além disso quem faz um seguro residencial pode contar com o apoio de profissionais para serviços emergenciais.

Todo seguro residencial tem como cobertura básica a proteção contra incêndio, raios e explosões. Roubo e furto, danos elétricos, impacto de veículos e aeronaves e danos causados pela natureza, como queda de granizo ou vendaval, estão entre as proteções que o segurado pode adicionar a sua apólice.
Além disso, o que pouca gente sabe é que além dessas proteções o seguro residencial conta ainda com diversos serviços emergenciais, como encanador, chaveiro, eletricista, técnico para reparos de eletrodomésticos (geladeira, máquina de lavar roupa, fogão, entre outros).

Outro ponto importante é o preço deste tipo de seguro, ele é um seguro de baixo custo é acessível para todos, com apenas R$ 250,00 por ano é possível contar com essa proteção. E por contar com diversos benefícios adicionais, ter o seguro residencial, muitas vezes é mais econômico. 

Muitas vezes, o valor total do seguro, incluindo as coberturas e chamados de serviços emergenciais, custa quase o mesmo do que chamar uma única vez o chaveiro.  

O seguro residencial reduz o risco de ter que gastar dinheiro com algum imprevisto, sendo uma ferramenta importante no seu planejamento financeiro e familiar. 

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

No comment yet, add your voice below!


Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *